Junta Expansão ou Fole Inox // Junta de Expansão de Borracha(JEB)

Destinadas a absorver dilatações axiais em sistema de tubulações os foles são soldados longitudinalmente e fabricados de aço inoxidável, as extremidades poderão ser ponta solda (chanfrada BW) flangeadas nos padrões DIN ou ANSI (forjados ASTMA 181ou laminados SAE 1020) ou soldados giratórios.

Montagem:

As juntas de expansão poderão ser comprimidas ate ¾”, a menos de seu comprimento a fim de facilitar sua instalação. As barras de segurança deverão permanecer até a pré fixação na tubulação, os calços devera ser removido imediatamente ante da sua colocação na tubulação.
Não devem ser estacionadas pela face dos flanges e sim apoiadas em barra de segurança, evitando dano no faceamento.

Instalação:
– Deverão ser instaladas obedecendo a direção do fluxo, indicadas por setas;
– Não instalar mais de uma junta de expansão entre duas ancoragens consecutivas, exceto se equipadas com hastes de limitação de movimentos.
– Caso o espaço reservado não permita a instalação normal, não faça a mesma.
Não alongar, não comprimir, não torcer, não cortar, não desmontar, não soldar espaçadores.
Antes da fixação definitiva, alinhar e nivelar com a tubulação, prendendo-as com parafusos ou ponta soldadas (de acordo com a pressão e temperatura), retirar as barras de segurança, cortando-as a frio, ou a chama protegendo seu fole contra acidente.
Antes da junta entrar em plena carga efetuar teste de funcionamento, ate atingir condições normais de serviço, verificando vazamento entre flanges, contra flanges e soldas, mediando-se alinhamento, movimentos, forças normais. Se estas verificações não estiverem normais não operá-las, as mesmas deverão ser enviadas para normalização.

 

 

 Obervação:

Inspecionar constantemente a junta de expansão a fim de verificar futuras trincas, massas, vazamentos, lubrificação, fadiga de fole, vibrações e corrosões.

 

Junta de Expansão de Borracha (JEB)

As juntas de expansão de borracha possuem o corpo em borracha (neoprene, EPDM ou nitrílica) , cada uma destinada a atender determinada condição, levando-se em conta o material da borracha e o diâmetro,  os terminais (flanges)em aço carbono galvanizados, internamente seu corpo é reforçado por uma manta de nylon, aumentando sua resistência mecânica.
São utilizadas para absorver vibrações em tubos, dutos e equipamentos, apresentam alta resistência mecânica, química e absorvem movimentos axiais, laterais e angulares sem prejudicar a tubulação, são projetadas para trabalhar com pressão de até 300 psi e temperatura de até 120°C. Podem ser fabricadas em diversos diâmetros, variando de 1” a 18”.

Aplicações:

bombas;
compressores;
tubulações;
sistema hidráulico;
sistema de ar condicionado;
centrífugas;

Pressão:

Projetadas para trabalhar com pressão de até 300 psi e temperatura de até 120°C. Diâmetros, variando de 1” a 18”.

  1. CORPO: em borracha;
  2. REFORÇO: manta de poliéster/nylon;
  3. ANEL: em aço carbono;
  4. FLANGES: aço carbono;